Kampeki Marketing Digital
simplicity, innovation and perfection!

Você está em > Home > O Blog Oficial do Marketing Digital

O que significa Kampeki?

wallpaper-kampeki-marketing-digitalQuando entrego um cartão de visitas ou falo sobre os serviços que prestamos, sempre surge a pergunta: - O que significa Kampeki? Por isso resolvi escrever esse post pra contar um pouco mais sobre a marca Kampeki.

Kampeki significa perfeição em japonês. Essa palavra pode ser usada no sentido de serviço bem executado ou excelência no serviço.

Ao contrário do que as pessoas pensam, EU GOSTO de responder essa pergunta, isso me permite falar mais sobre a empresa e o conceito por trás da marca. E como esses últimos dias o assunto na internet foi a enxurrada de questionamentos sobre a escolha da logo da cidade de São Paulo para a Copa de 2014 (veja no Flickr, e no Brainstorm#9), resolvi aproveitar o gancho e contar como foi o processo de criação da nossa marca. Fiquem a vontade para criticar. =)

Como o nome foi escolhido?

“Uma marca é uma promessa e, no final, você tem que cumprir a promessa.” – Watts Wacker, futurologista

O processo de escolha do nome da nossa empresa foi baseado na frase acima, nosso desejo era transmitir em uma única palavra, nossa personalidade, a filosofia e a visão da empresa. O nome tinha que ser único, diferente, inspirador e representar o que a nossa marca deseja ser para o mercado. Ou seja, o nome tinha que ser perfeito.

Até aqui nenhuma novidade, pois todas as marcas desejam o mesmo, não é?

Como nossa empresa atua através de meios digitais, a marca tinha que ser representada em uma única palavra para facilitar a memorização do endereço na internet. Considere também que, os fundadores, além de ter descendência oriental têm uma queda pelo perfeccionismo.

Acrescente a esse desafio que, uma empresa que trabalha com marketing tem que ter uma boa história pra contar (de preferência verdadeira). Essa história acabou resultando no slogan da Kampeki: “simplicidade, inovação e perfeição”, e como essa história aconteceu no Japão, a marca tinha que ter DNA japonês. Prometo que um dia conto essa história.

logomarca-kampeki-para-redes-sociais

E a logo da Kampeki?

“Se você não procura perfeição, você nunca alcançará excelência.”- Don Shula

Com os conceitos que envolveram a criação do nome Kampeki em mente, não foi difícil criar a logo. A logo da Kampeki é uma flor de cerejeira estilizada dentro de uma circulo vermelho e com fundo branco e retangular para lembrar a bandeira do Japão.

A flor de cerejeira ou Sakura-no-hana em japonês, foi escolhida para compor a logo por que é o símbolo do Bushidô, que era a filosofia de vida dos Samurais. A flor de cerejeira representa a busca utópica pela perfeição.

A logo da Kampeki foi desenvolvida com essas características para orientar os serviços e decisões da empresa, que terão que ser baseadas na excelência e na qualidade. Tudo que tiver sua origem na Kampeki deve ser perfeito aos olhos de nossos clientes e parceiros.

Pergunta: Quais as logos que vocês mais gostam ou admiram? Comentem, podem fazer jabá a vontade! =P

Por: Paulinho Uda

[] Junho 2nd, 2009 | 3 Comments | Posted in O Blog Oficial do Marketing Digital |

Google anuncia novas funcionalidades no sistema de buscas

O Blog Oficial do Google anunciou ontem (20) as novas funcionalidades que foram implementadas no buscador mais utilizado do mundo. Por enquanto, só está funcionando na versão em inglês do Google, mas logo vai chegar ao Brasil como sempre acontece. Conheça agora as novidades:

Sugestões na página de resultados
O Google só mostrava sugestões de busca quando o usuário digitava o termo de pesquisa na página principal do buscador. Agora, quando você fizer uma busca a partir de uma página de resultados ele vai continuar mostrando sugestões de termos de pesquisa.

2-busca-google-suggest

Personalização das sugestões
O Google estima que ¼ dos usuários repetem as mesmas pesquisas realizadas no mês anterior. Se você estiver conectado a uma conta do Google e com histórico ativado, ele vai personalizar as sugestões de termos de pesquisa com base nesse histórico, a intenção e tornar mais rápido e fácil repetir pesquisas feitas anteriormente. Você também pode gerenciar suas preferências ou simplesmente sair da conta (eu recomendo) para que o Google não personalize os resultados da busca.

Sugestão de navegação
Se você estiver buscando um termo ou site específico, o Google vai mostrar sugestões de navegação relativas ao termo e enviar diretamente para página. Veja o exemplo abaixo na busca pelo termo “New York Times”:

2-busca-busca-google-sugestao-de-navegacaogoogle-4

Links patrocinados nas sugestões de busca
Essa é a mudança mais importante de todas. A partir de agora o Google vai mostrar links patrocinados como sugestão de busca para o usuário. As implicações são relevantes, pois acredita-se que a disputa pelas primeiras posições será mais acirrada ainda. Ganha quem possuir o melhor índice de qualidade nos anúncios, e é claro, quem pagar mais. Vamos aguardar e ver como vai funcionar!

2-link-patrocinado-na-sugestao-de-busca1

Por: Paulinho Uda

Usando Google Imagens na Otimização de sites

O novo filtro do Google Imagens pode ajudar seu site a ser encontrado nos buscadores através das cores na imagem do seu produto.

Aqui no Brasil esse novo filtro do Google Imagens foi disponibilizado no Dia das Mães (10/05), mas oficialmente ele foi lançado no mês passado (08/04) segundo o Blog Oficial do Google.

Com 12 opções de cores, o usuário consegue encontrar imagens com muito mais rapidez e precisão, uma vez que dá pra fugir do resultado comum.

Ainda vale a regra na Otimização de Sites – SEO, recomenda-se descrever a imagem na TAG ALT. Eu recomendo que no endereço da imagem, o nome seja descritivo e que contenha a cor do produto também. Ex.: www.seusite.com.br/imagens/bolsa-de-couro-preto.JPG

Veja um exemplo de pesquisa por “Bolsas de couro”:

Escolhendo a bolsa no Google Imagens

Depois do filtro, o resultado apresenta apenas bolsas pretas:

2-bolsas-de-couro-na-cor-preta-resultado-da-busca

Dica importante:

Apesar dos esforços, o Google não é perfeito. Recomendamos que na hora de escolher as imagens do seu site, verifique pequenos detalhes como, as cores predominantes na imagem, a qualidade da cor da imagem do produto, opacidade, cor de fundo, etc., ou o resultado pode sair diferente do esperado como no exemplo abaixo.
2-fail-bolsas-de-couro-na-cor-preta-resultado-da-busca

Por: Paulinho Uda

[] Maio 20th, 2009 | No Comments | Posted in Dicas Google, O Blog Oficial do Marketing Digital, SEO |

Mídias sociais e os relacionamentos on-line

Cada vez mais as empresas estão investindo em mídias sociais, mas será que estão aprendendo a lidar com os relacionamentos on-line?

Quem acompanhou os últimos estudos de mercado realizado pela Forrester Research, eMarketers e Aberdeen Group percebeu que, apesar da crise, o mercado continuará investindo com força em publicidade e marketing nas Mídias Sociais (Social Media). O motivo é simples, não são necessários grandes investimentos para utilizar ferramentas de Mídias Sociais, as ações de marketing ganham velocidade e interatividade e o resultado das ações pode ser mensurado.

Mas antes que alguém saia em disparada criando blogs, perfis no Orkut, Facebook, Twitter ou qualquer outra ferramenta de Mídia Social, recomendo parar um pouco e refletir sobre a seguinte frase:

Mídias Sociais não servem para vender, mas para criar relacionamentos.

Um leitor atento a princípio poderá pensar – Se não serve pra vender, por que investir em Mídias Sociais? Explico, as pessoas querem fazer negócios com quem elas conhecem e confiam. E se você quiser fazer negócios, você precisa estar disposto a  construir uma relação de confiança com elas. É por esse motivo que as empresas devem investir em Social Mídia.

Relacionamento é tudo

Segundo a Wikipédiao relacionamento entre pessoas é a forma como eles se tratam e se comunicam. Quando os indivíduos se comunicam bem, e o gostam de fazer, diz-se que há um bom relacionamento entre as partes. Quando os indivíduos se tratam mal, e pelo menos um deles não gosta de entrar em contato com os restantes, diz-se que há um mal relacionamento.”

Apesar do assunto aqui ser especificamente “relacionamento on-line”, é importante ficar claro que o que importa é a forma e não o meio que utilizamos para nos relacionar com as pessoas. A internet e suas maravilhosas ferramentas “2.0” são apenas o meio, os mecanismos que regem os relacionamentos ainda são os mesmos desde os primórdios da humanidade. E cá entre nós, relacionamentos podem ser complicados se a comunicação e o tratamento não funcionarem direito, por isso, deixo alguns conselhos:

Aprenda a ouvir
É preciso aceitar o fato que, quer queira ou não, os consumidores estão falando da sua empresa, dos seus produtos e serviços. Muitas empresas perdem grandes oportunidades por não saber ouvir o que seus clientes estão dizendo e outras tomam grandes prejuízos por tentar calar quem fala mal, aliás, esse último é o sintoma mais comum em empresas surdas e sem visão, além de ser o gancho para o próximo item.

Respeite opiniões
Críticas são fontes de oportunidades, aprenda com elas. Sempre que interagir com um usuário/cliente respeite aquilo que ele falou ou escreveu, mesmo que seja algo negativo para sua empresa. Dessa forma o mais provável é que seja também respeitado e consiga obter uns pontos favoráveis junto aos outros clientes. Se for um “caçador de encrencas”, nunca entre em confronto, pois o único prejudicado será a sua empresa, simplesmente ignore.

Tenha gratidão
Dê mais do que um “Muito Obrigado”, seja grato e recompense os seus clientes e usuários toda vez que alguém dedicar um pouco do seu precioso tempo para preencher um cadastro, email para newsletter, participar de pesquisas e enquetes ou qualquer outra interação com a sua empresa. O cliente precisa ser recompensado de alguma forma, seja com programas de pontuação, milhagem, bônus, cupom de desconto, etc.

Não tenha medo de amar
Se você tem medo de amar, é melhor não se relacionar com ninguém!
Se a sua marca não está pronta para entrar num relacionamento transparente e leal com seus clientes é melhor não tentar seduzi-lo, pois ele vai querer ser correspondido e quem já sofreu desilusão amorosa sabe que a linha entre o amor e o ódio é muito estreita. Se você quer que sua marca seja amada, ame seus clientes.

Parafraseando Vinícius de Moraes – Amar, porque nada melhor para a saúde (da sua empresa) que um amor correspondido.

Por: Paulinho Uda

[] Maio 6th, 2009 | 4 Comments | Posted in O Blog Oficial do Marketing Digital, social media |

Como conquistar clientes usando o Google Maps.

Enquanto você lê este post, milhares de pessoas estão buscando pelos produtos e serviços que sua empresa oferece. Se você ajudasse essas pessoas a encontrar sua empresa com mais facilidade, quanto isso representaria para seu negócio? Quantos clientes novos você conquistaria? Não importa o tipo e o tamanho da sua empresa, com certeza o número seria muito positivo, certo?

Provavelmente você já precisou de lavanderia, restaurante, chaveiro, buffet, agência de viagens, cafeteria, loja de calçados, floricultura, etc. Se você digitar algum desses termos no Google, além de exibir o resultado normal da pesquisa, ele também vai sugerir um mapa apontando empresas locais relacionadas ao termo da pesquisa. Clique aqui e veja um exemplo.

Para colocar sua empresa na listagem do mapa é rápido e fácil, basta você acessar o Local Business Center do Google Maps, criar uma conta e fornecer os dados seguindo as instruções.

Com essa simples ação, seus futuros clientes encontrarão com mais facilidade a sua empresa, seu telefone, endereço, horário de funcionamento, você pode colocar fotos do seu estabelecimento, mostrar as opções de pagamento (cartão de crédito, dinheiro, cheque, etc.) e pode até inserir vídeos se você quiser. E tudo isso é gratuito!

Depois que o cliente encontrou sua empresa, ele ainda pode usar o Google Maps para encontrar a melhor rota para chegar a seu estabelecimento de carro, de transporte público ou a pé, com duração estimada do trajeto. É por causa dessas facilidades que as pessoas usam cada vez mais esse serviço e acabam escolhendo as empresas que estão listadas no Google Maps. Então corre lá e coloque a sua empresa no mapa!

Por: Paulinho Uda

[] Abril 20th, 2009 | 2 Comments | Posted in Dicas Google, O Blog Oficial do Marketing Digital |

Web Analytics – Use métricas para melhorar seu site

Aprenda a transformar um “bando de dados” em informação útil para seu site, antes que seu concorrente o faça.

Se você tem um site ou blog, provavelmente você gostaria de saber quem são os visitantes de suas páginas, em que link eles clicam, qual sua origem, do que eles gostam, quais seus interesses, etc, não é?

Quanto mais conhecimento você acumular sobre os visitantes do seu site ou blog, mais fácil se tornará a missão de entregar conteúdo relevante e útil para eles. Quanto mais você conhece o que funciona e o que não funciona em seu site, mais fácil será a tarefa de atrair público qualificado e conduzir o usuário a ação(call to action), seja de compra, contato, cadastro, gerar leads ou simplesmente ler um post.

Mas como coletar os dados do site e transformá-los em informação?

A solução está nas ferramentas de Web Analytics. Existe uma infinidade de ferramentas gratuitas e pagas no mercado e o próprio Google oferece uma ferramenta gratuita que não fica devendo nada para as ferramentas pagas – O Google Analytics.

Para muitos que estão lendo este post e já conhecem web analytics, esse assunto já está bem sedimentado, porém, essa não é a realidade do nosso mercado latino-tupiniquim-americano.

Alfonso Luna, diretor de marketing do Google para a América Latina, afirmou no Blog Oficial do Google que menos de 5% de todos os sites da América Latina usam alguma ferramenta de análise para melhorar seu desempenho. É importante entender que isso não significa que os outros 95% não tenham nenhuma ferramenta instalada em seus sites, o problema é a subutilização das métricas.

No começo de março a WA Consulting, empresa brasileira especializada em Web Analytics, divulgou um estudo sobre o uso de web analytics no Brasil. Em um grupo de 306 empresas listadas entre as 500 Maiores e Melhores da Revista Exame, cerca de 50% dos sites não têm qualquer tag em suas páginas e provavelmente ainda usam os arquivos de log. Nas empresas em que a migração de tag para log ocorreu, o Google Analytics é o mais utilizado (68%).
A grande maioria ainda usa as ferramentas de web analytics apenas para quantificar visitas e não para aperfeiçoar os processos em seus sites.

No dia 20 de março participei de um evento com o especialista Avinash Kaushik, o evangelista de web analytics do Google (Sim, eles têm um evangelista de analytics!). Ele veio ao Brasil falar sobre o que todos já sabem, mas pouquíssimos aplicam: Como transformar um “bando de dados” em informação útil através de web analytics.

O mercado está mudando

Usando as palavras do Alexandre Hohagen, diretor do Google para a América Latina, “vivemos em uma época em que tudo TEM que ser medido e provado” e numa época de crise e de orçamentos apertados, como agora, é essencial melhorar os processos de seu site e saber onde é o melhor lugar para investir sua verba de publicidade. As ferramentas de web analytics podem lhe dar essas informações, mas as respostas dependem da habilidade de analisar e converter esses dados em melhorias ($$$) para seu site, e nesse quesito, a grande maioria dos sites brasileiros precisa amadurecer.

Saia na frente, faça parte do “grupo dos 5%”, não importa se você tem um blog ou super site de e-commerce. As métricas podem ajudá-lo a reduzir custos, criar diferenciais competitivos sobre a concorrência, segmentar seu público-alvo e até ajudá-lo a entender melhor seu próprio negócio.

“Não é a mais forte das espécies que sobrevivem, nem a mais inteligente, mas aquela que melhor se adapta às mudanças”Charles Darwin

Por: Paulinho Uda

[] Abril 3rd, 2009 | 1 Comment | Posted in O Blog Oficial do Marketing Digital, Web Analytics |

Google anuncia melhorias e aplicação de tecnologia semântica

O Google anúnciou hoje (24) através de seu blog oficial duas novidades.

A primeira é a integração de tecnologias semânticas para melhorar seu sistema de buscas, o que lhe permitirá entregar aos usuários do buscador, resultados muito mais úteis e específicos em relação ao termo usado na pesquisa.

“Por exemplo, se você pesquisar ‘princípios da física’, entendemos que os algoritmos ‘momento angular’, ‘relatividade especial’, ‘big bang’ e ‘mecânica quântica’ são termos relacionados que poderiam ajudá-lo a encontrar o que você necessita”, afirma Ori Allon, técnico responsável pelo Search Quality Team no blog oficial do Google.

Ele declara ainda, “somos agora capazes de direcionar mais consultas, mais línguas, e tornar as nossas sugestões mais relevantes para o que você realmente precisa saber. Além disso, agora estamos oferecendo aperfeiçoamentos para consultas mais longas (muitas palavras) algo que geralmente é uma tarefa muito difícil”. Essa é a segunda novidade.

Agora, quando o usuário digitar uma pesquisa mais longa, com mais de três palavras e o texto descritivo, que atualmente tem duas linhas, não for suficiente para contextualizar a informação. Nessas situações o número de linhas será aumentado para mostrar mais informações e mais palavras-chaves dentro do texto descritivo.

Para ver exemplos de aplicações das melhorias anunciadas hoje, visite o Blog Oficial do Google (em inglês).

Por:  Paulinho Uda

[] Março 24th, 2009 | 1 Comment | Posted in O Blog Oficial do Marketing Digital, Search Marketing, SEO |

Avinash Kaushik no Brasil

Na próxima sexta-feira (20), um dos maiores especialistas em web metrics e um dos maiores gurus do Google, vem ao Brasil para falar sobre negócios e internet.

Serão duas palestras, com os temas:

- Web Analítica 2.0: Como os dados obtidos a partir do seu site podem mudar sua vida

- O estado da arte da propaganda de resultados

O Evento acontece em São Paulo e é promovido pelo Google Brasil. Infelizmente é fechado só para convidados, mas nós vamos registrar todos os detalhes e informações relevantes e publicar aqui no blog posteriormente.

Avinash Kaushik é evangelista de análise do Google, consultor, palestrante, professor e autor do livro Web Analytics: An Hour a Day.

Por: Paulinho Uda

Bem-vindos ao Blog da Kampeki Marketing Digital

A partir de hoje publicaremos posts sobre tudo que seja relacionado ao Marketing Digital, desde novidades, técnicas e dicas a metodologia e planejamento.

Nosso desejo é que o blog seja utilizado como via de mão dupla para que a comunicação, a informação e os diferentes pontos de vista, sejam compartilhados e debatidos de forma democrática com todos.

Este blog apresenta artigos, opiniões e comentários dos profissionais da Kampeki. Aqui nós vamos compartilhar idéias e perspectivas sobre as mais variadas vertentes do Marketing Digital, como: Otimização de site, Links Patrocinados, Mobilidade, Usabilidade, e-Business, Web Analytics e muito mais. Participem!

[] Março 10th, 2009 | No Comments | Posted in O Blog Oficial do Marketing Digital |
  • Page 2 of 2
  • <
  • 1
  • 2

             Wallpaper                |                  Twitter